Bareme Rádio disponível
Grupo Marktest, 28 julho 2005

placeholderA Marktest acaba de lançar os resultados da segunda vaga de 2005 do seu estudo Bareme Rádio.

Segundo os dados agora divulgados pelo Bareme Rádio, a audiência acumulada de véspera do meio rádio foi de 59.2%, diminuindo 2.3% face ao trimestre anterior, mas aumentando 2.4% relativamente ao trimestre homólogo de 2004. Cada português ouviu, em média, três horas e 25 minutos de rádio, por dia.

De acordo com estes números, a RFM é a estação mais ouvida em Portugal, com 13.0% de audiência acumulada de véspera e 20.4% de share de audiência. Na segunda posição, está a Rádio Renascença, com 10.5% de audiência acumulada de véspera e 13.8% de share de audiência. A terceira posição é ocupada pela Rádio Comercial, que obteve 6.8% de audiência média e 10.0% de share de audiência.

Por Grupos de estações, a liderança mantém-se do Grupo Renascença, com 24.6% de audiência acumulada de véspera e 36.3% de share de audiência. O Grupo Media Capital Rádio registou 16.3% de audiência acumulada de véspera e 23.2% de share de audiência. O Grupo RDP obteve 9.2% de audiência acumulada de véspera e 12.0% de share de audiência. Finalmente, a TSF registou 5.8% de audiência acumulada de véspera e 7.1% de share de audiência.

Uma análise por períodos horários permite analisar como a audiência deste meio se comportou no segundo trimestre deste ano. O padrão segue em linha com o observado noutros períodos, sendo de destacar que entre as 7h30m e as 13h se regista um primeiro período de grande audiência deste meio, que é quebrado à hora de almoço. Depois dessa hora, as audiências crescem novamente, no período que vai das 14 horas às 19h30m. O pico acontece entre as 11h e as 11h15m, quando se regista 16.6% de audiência acumulada de véspera.

placeholder

A análise tem como base os resultados da segunda vaga de 2005 do estudo Bareme Rádio da Marktest, que analisa o comportamento dos residentes no Continente, com 15 e mais anos, relativamente ao meio rádio. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais