Analista de estudos de mercado entre os 10 melhores empregos nos EUA
A revista Money Magazine divulgou recentemente a sua lista dos 100 melhores empregos nos Estados Unidos. A de analista de estudos de mercado ocupa a sexta posição. E em Portugal?
Grupo Marktest,  18 maio 2006

placeholder A Money Magazine, em colaboração com a Salary.com, criou uma lista de empregos que o Ministério de Emprego dos EUA julga que crescerão acima da média nos próximos dez anos, eliminou algumas profissões de acordo com critérios próprios e classificou as restantes segundo níveis de stress, flexibilidade de horário, criatividade, facilidade de ingresso e progressão na carreira.

Na lista criada pela Money Magazine e Salary.com, a profissão de analista de estudos de mercado surge na 6ª posição. Naquele país, espera-se que esta profissão cresça 20.2% nos próximos 10 anos. Um analista recebe em média 82 mil dólares, entre salário e bónus, podendo chegar aos 200 mil dólares por ano.

Em Portugal, esta profissão é, segundo Maria José Paixão, Presidente da Associação Portuguesa de Empresas de Estudos de Mercado e de Opinião (Apodemo), "uma profissão muito actual. Há dez anos atrás, quando havia 5 ou 6 empresas de estudos de mercado em Portugal, pouco se falava nisso. Nas faculdades não havia sequer cadeiras sobre estas questões. Hoje, há até cursos de pós-graduação em estudos de mercado. Este interesse das faculdades reflecte a dinâmica do mercado, que cresceu muito desde aquela altura".

A lista da Money Magazine é encabeçada pela profissão de engenheiro informático, que se espera venha a crescer 46.1% nos próximos 10 anos. É seguida pela de professor universitário, consultor financeiro, gestor de recursos humanos e assistente médico. As profissões de analista de informática, avaliador imobiliário, farmacêutico e psicólogo completam a lista dos 10 melhores empregos nos Estados Unidos.

placeholder

Em remuneração média, a lista da Money Magazine é encabeçada pela de médico/cirurgião (cerca de 248 mil dólares), seguida da profissão de advogado (154 mil dólares), gestor de vendas (136 mil dólares), dentista (123 mil dólares) e consultor financeiro (122 mil dólares).

Em Portugal, se "os analistas seniores de research não estão entre as profissões mais bem pagas, isso tem melhorado nos últimos anos" - adianta ainda a Presidente da Apodemo.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais
Em Agenda ver mais