Maioria dos programas de TV são produção nacional

Nos primeiros sete meses do ano, a maior parte das grelhas da RTP1, RTP2, SIC e TVI foi preenchida por programas de produção nacional, de acordo com os dados da MediaMonitor.

Grupo Marktest,  22 agosto 2006

De Janeiro a Julho de 2006, a produção nacional constituiu 55.0% da emissão dos quatro canais nacionais de sinal aberto, num total superior a 9600 horas, uma média diária superior a 11 horas por canal (nesta análise consideraram-se apenas programas, exceptuando por isso breaks comerciais e de auto-promoção).

O segundo tipo de programas mais representados nas grelhas da RTP1, 2:, SIC e TVI durante o ano transacto foram os produzidos nos Estados Unidos, que representaram 23.0% da emissão destes canais.

Os programas produzidos na União Europeia representaram 7.5% da oferta televisiva. Para além dos programas de produção conjunta (6.3% da emissão total) e produzidos no Brasil (5.0%), os que tiveram origem noutras regiões representaram 3.0% da emissão.

Analisada a audiência de televisão por país de produção dos programas, vemos como os de produção nacional obtêm uma relação muito favorável. De facto, de todos os minutos recepcionados durante os primeiros sete meses deste ano, 71.3% referiram-se a programas produzidos em Portugal.

Os programas produzidos nos Estados Unidos foram o segundo tipo de programas mais vistos, com 11.3% do consumo televisivo.

Mas os programas que melhor relação tiveram entre a sua "oferta" e a sua "procura" foram os produzidos no Brasil, pois representaram 5.0% da emissão e 9.6% da recepção (quase duas vezes superior àquela).

Por canais, verificou-se que os programas que melhor relação tiveram entre emissão e recepção, na TVI, foram os de produção nacional (que representaram 64.5% da oferta deste canal e 86.5% da sua procura), na SIC, foram os produzidos na União Europeia (que representaram 3.0% da oferta do canal e 5.9% da sua procura), na 2: foram os produzidos nos Estados Unidos (16.8% da oferta e 26.7% da procura) e na RTP1, os produzidos no Brasil (3.3% da oferta e 6.3% da procura).

Nesta análise foi utilizado o software MMW/Telereport da MediaMonitor. Contacte-nos se pretende mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais