Metade das mulheres têm telemóveis oferecidos

De acordo com os resultados de Junho do Barómetro de Telecomunicações da Marktest, cerca de metade das mulheres portuguesas dizem possuir um telemóvel que lhes foi oferecido.

Grupo Marktest,  24 agosto 2006

O Barómetro de Telecomunicações contabiliza, na vaga de Junho de 2006, 7 524 mil residentes em Portugal com 10 e mais anos que possuem ou utilizam telemóvel, um valor que corresponde a 81.1% do universo em estudo.

A maioria deste indivíduos, 52.7% afirma que o telemóvel foi adquirido por si, mas uma análise por targets permite outras conclusões.

Dos inquiridos, 38.3% diz que o telemóvel foi uma oferta de familiares ou amigos, 5.4% afirma que ele foi adquirido pela empresa onde trabalha e 3.3% diz que foi oferecido em sorteios ou promoções; 0.2% não sabe ou não responde a esta questão.

Os mais novos, entre os 10 e os 14 anos são os que apresentam respostas mais diferentes da média, pois a maioria dos que possuem telemóvel, 81.9% diz que ele foi oferta de familiares ou amigos; 14.4% dizem tê-lo comprado eles próprios, 2.5% afirma ter sido oferecido num sorteio ou concuro e 1.2% não sabe ou não responde.

A análise entre os dois sexos mostra um padrão muito dissemelhante. Se, entre os homens, a maioria diz que o telemóvel foi comprado por si (60.9% dos que possuem telemóvel), já entre as mulheres, a maioria (49.9%) afirma que o telemóvel foi oferecido.

Também entre os mais idosos (mais de 64 anos) é maior o número dos que dizem que o telemóvel foi oferecido do que o dos que referem tê-lo comprado eles próprios (47.3% e 46.1%, respectivamente).

A análise teve como base indicadores do estudo Barómetro de Telecomunicações da Marktest para o universo composto pelos residentes em Portugal com 10 ou mais anos. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais