Youtube cresce em utilizadores únicos

O domínio youtube.com foi, de acordo com os resultados do estudo Netpanel meter da Marktest, o que em Novembro mais aumentou em número de utilizadores únicos.

Grupo Marktest,  19 dezembro 2006

Em Novembro de 2006, 2 439 mil portugueses com 4 e mais anos navegaram em suas casas na internet, o que representou um decréscimo de 3.6% relativamente ao mês anterior.

O domínio youtube.com registou o maior aumento mensal em número de utilizadores únicos e o domínio facebox.com protagonizou o maior aumento mensal em páginas visitadas.

Neste mês, foram visitadas mais de 3 mil milhões de páginas, menos 10.1% do que no mês anterior. Cada utilizador viu, em média, 1 244 páginas, o que significou um decréscimo de 6.7% relativamente a Outubro.

O número de horas de navegação mensal aproximou-se dos 32 milhões, o que representou um pequeno acréscimo mensal de 0.7%.

O tempo despendido neste meio superou o milhar de milhão de horas e situou-se nas 13 horas e 6 minutos por utilizador, mais 33 minutos do que em Outubro.

Na lista de domínios com mais utilizadores únicos, o google.pt mantém-se na liderança, com 1 928 mil indivíduos, seguido do sapo.pt, com 1 846 mil utilizadores únicos e do msn.com, com 1 795 mil utilizadores únicos.

Em utilizadores únicos, a maior subida face a Outubro ocorreu no domínio youtube.com, que cresceu 10.6% para os 1 086 mil utilizadores únicos (8ª posição). O domínio ig.com.br foi, entre os domínios do top 20, o que maior quebra registou face ao mês precedente, com menos 8.9% de utilizadores únicos.

Quanto a páginas visitadas, a lista dos cinco domínios com mais visualizações mantém-se encabeçada pelo google.pt, com cerca de 247 milhões de páginas visitadas, seguido do msn.com, com perto de 186 milhões e do sapo.pt, com cerca de 151 milhões.

Em páginas visitadas, a maior subida face a Outubro foi observada no domínio facebox.com, que cresceu 70.2% para os 81 milhões de páginas (4ª posição). No fotolog.com observou-se, pelo contrário, a maior descida mensal, com uma quebra de 36.1%.

A análise tem como base informação do Netpanel meter da Marktest, um estudo que analisa o comportamento dos internautas portugueses a partir de um painel de utilização doméstica. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais