PS volta a subir nas intenções de voto

Depois de em Maio o PS ter caído para os valores mais baixos desde as últimas eleições legislativas, o Barómetro Político Marktest mostra em Julho uma nova subida das intenções de voto neste partido.

Grupo Marktest,  24 julho 2008

De acordo com os dados apresentados pelo Barómetro Político da Marktest de Julho, o PS manteve-se como o partido com maior percentagem de intenção de voto. Depois da quebra verificada em Maio e da recuperação no mês seguinte, este partido viu a sua percentagem de intenção de voto subir 1.5 pontos percentuais, chegando a Julho com 36.7%. Em termos homólogos, este valor representou no entanto uma quebra de 7.2 pontos percentuais, numa altura em que o partido recolhia 43.9% das intenções de voto dos portugueses.

O PSD, para além de manter o segundo lugar, vê a sua percentagem de intenção de voto subir para os 32.7%, mais 1.9 pontos percentuais do que no mês anterior e mais 3.7 pontos percentuais do que em Julho de 2007.

O Bloco de Esquerda manteve a terceira posição, apesar de ter baixado para os 11.4% de intenções de voto, o que corresponde a um decréscimo mensal de 0.9 pontos percentuais, mas a uma subida homóloga de 2.4 pontos percentuais.

A Coligação CDU (PCP-PEV) obteve em Julho uma percentagem de intenção de voto de 10.0%, voltando a baixar mas mantendo o quarto lugar. Este valor equivaleu a uma quebra mensal de 1.1 pontos percentuais mas a uma subida homóloga de 2 pontos percentuais.

O CDS-PP mantém em Julho a quinta posição, mas baixou para os 5.1% de intenções de voto, o valor mais baixo desde Abril. O resultado do CDS-PP correspondeu a uma quebra mensal de 1.6 pontos percentuais e homóloga de 0.9 pontos percentuais.

Os resultados deste Barómetro estão disponíveis aqui.

Consulte a Ficha Metodológica deste Barómetro ou contacte-nos para mais informações sobre este assunto

Esta análise foi corrigida no dia 25 de Julho de 2008.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais

  • Winter School: Media and Populism

    Segundo a organização, o objectivo desta iniciativa é "debater, numa perspectiva global, o fenómeno do populismo contemporâneo, percebendo de que modo este utiliza a comunicação mediada, do jornalismo aos meios digitais, para chegar ao poder”.

    15 a 19 de janeiro de 2019

    Faculdade de Ciências Humanas - Universidade Católica

    Palácio Foz, Pestana Pousada de Lisboa e Universidade Católica Portuguesa

    ucpwinterschool@gmail.com

  • Marketing em Debate

    Integrado nas "Conversas M&P" esta conferência irá juntar diversos profissionais, entre responsáveis de marketing, de agências de meios e criativas e de grupos de media.

    17 de janeiro de 2019

    Meios & Publicidade

    Cidade do Futebol, Cruz Quebrada

    talbuquerque@meiosepublicidade.pt