Unilever-JM é novamente o maior investidor

Unilever-JM é novamente o maior investidor

placeholder

Em Fevereiro, a tabela dos maiores anunciantes foi liderada pela Unilever-JM, segundo os dados da MediaMonitor.

Grupo Marktest
29 março 2016

De acordo com os dados da MediaMonitor, a Unilever-JM manteve, no segundo mês do ano, a liderança já alcançada em Janeiro em termos de investimentos publicitários, sendo responsável por um share of voice de 3.9% face o total do mercado publicitário de Tv, rádio, imprensa, outdoor, cinema e Internet e de 9.7% relativamente ao total dos 20 maiores anunciantes do mês de Fevereiro de 2016.

É de salientar que o período de recolha da informação relativa a Fevereiro de 2015 não está ainda concluído para todos os meio (ver nota da situação referente ao mês de Fevereiro).

A Modelo Continente subiu para a segunda posição, sendo responsável por 3.0% do investimento publicitário total e por 7.6% do colocado pelos 20 maiores anunciantes do mês.

A Reckitt Benckiser alcançou a terceira posição, com um share of voice de 2.7% face o total do mercado publicitário e de 6.8% face o total dos 20 mais.

Entre os 20 maiores investidores publicitários, encontramos 8 empresas do grande consumo, 4 da área automóvel, 2 da grande distribuição, 2 das telecomunicações e 4 de outros setores.

Os maiores investidores privilegiaram, mais do que a média, a televisão - para onde canalizaram 89.6% dos seus budgets. À Internet dedicaram 4.9% dos montantes, ao outdoor 2.8%, à imprensa dirigiram 1.7%, à rádio destinaram 0.7% e ao cinema 0.3%.

Este mês, a maior fatia do investido a preços de tabela foi dirigida à televisão, com 77.7%. A imprensa captou 7.4% dos montantes totais, a Internet 7.0%, cabendo 7.9% aos restantes meios analisados pela MediaMonitor.

Esta análise foi realizada com recurso ao software MMW/Admonitor da MediaMonitor, para o período compreendido entre 1 e 29 de Fevereiro de 2016. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais