Portugueses vêem mais Tv

Grupo Marktest,  25 novembro 2004

O consumo de televisão aumentou entre nós no período compreendido entre Janeiro e Outubro de 2004 relativamente ao mesmo período do ano anterior, segundo dados da MediaMonitor.

Numa análise para os primeiros dez meses de 2004, vemos como o consumo de televisão (medido através do tempo médio de audiência) aumentou 4.6% face ao mesmo período de 2003. Neste período de 2004, cada residente no Continente com 4 e mais anos viu, em média, por dia, 3 horas 32 minutos e 17 segundos de televisão. No mesmo período de 2003, esse valor foi de 3 horas 22 minutos e 55 segundos. Ou seja, em 2004 a média é de quase mais dez minutos por dia do que em 2003.

Os idosos com 65 e mais anos, os indivíduos entre os 55 e os 64 anos, a classe baixa e as donas de casa são os grupos sócio-demográficos que mais consomem televisão - situação que não se alterou entre 2003 e 2004. De Janeiro a Outubro deste ano, o consumo dos idosos com mais de 64 anos foi de 4 horas e 47 minutos, em média, por dia, mais 35% do que a média do universo.

Analisando as diferenças em relação a 2003, vemos como todos os targets registaram aumento de consumo de televisão em 2004. As únicas excepções foram os residentes no Litoral Centro, que consumiram menos 3.2% do que em 2003 e os residentes no Grande Porto, com menos 0.6% de consumo televisivo. Mesmo assim, os residentes no Grande Porto continuam a ser os que mais televisão consomem (mais 6.5% do que a média).

Os jovens foram aqueles que mais aumentaram o seu consumo de televisão. Os jovens entre os 15 e os 34 anos aumentaram em 10.3% o seu consumo de televisão nos primeros dez meses de 2004 comparativamente ao período homólogo do ano anterior. Mesmo assim, são o grupo etário que menos televisão vê.

Por regiões, foi no Interior que se observou maior aumento do consumo, com mais 9.6%, logo seguido da Grande Lisboa, onde se viu mais 7.6% de televisão. Nas classes sociais, foi a baixa a evidenciar maior aumento (6.7%) e nos lares que não têm TV Cabo também foi maior o aumento de consumo, de 5.9%.

Esta análise foi realizada com o software Telereport da MediaMonitor. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Notícias da mesma semana

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais