Automóveis lideram em publicidade

Grupo Marktest,  8 setembro 2005

Os automóveis foram a classe de produto com maior volume publicitário nos primeiros sete meses de 2005, de acordo com os dados da MediaMonitor.

Sectores de actividade

Nos primeiros sete meses de 2005, a indústria da alimentação liderou o investimento publicitário realizado em imprensa, rádio, televisão, cinema e outdoor. O sector despendeu mais de 272,6 milhões de euros, a preços de tabela, o equivalente a 13.1% do total. Neste sector, os iogurtes foram a classe mais importante, responsável por quase 58 milhões de euros em publicidade.

Na segunda posição está o sector dos serviços e equipamentos de comunicação, com montantes superiores a 261 milhões de euros, 10.4% do total. Neste sector, os telemóveis foram a classe mais importante, responsável por montantes superiores a 151 milhões de euros.

A higiene pessoal é o terceiro sector com maior volume de publicidade, responsável por compras de valor próximo dos 206 milhões de euros, 9.9% do total. Neste sector, os champôs foram a classe mais importante, responsável por cerca de 11 milhões de euros em publicidade.

Sozinhos, estes três sectores representam um terço (33.4%) do mercado publicitário nacional, a preços de tabela.

Classes de produto

Numa análise mais detalhada, por classe de produto, a liderança foi dos automóveis, que despenderam, de Janeiro a Julho de 2005, mais de 157 milhões de euros em publicidade, a preços de tabela, nos cinco meios auditados pela MediaMonitor. O valor representa 7.6% do mercado publicitário total.

Os telemóveis foram a segunda classe com maior volume de publicidade, num total superior a 151 milhões de euros, 7.3% do total.

Na terceira posição, encontramos os super e hipermercados, responsáveis por montantes superiores a 117 milhões de euros em publicidade, 5.6% do total.

Em conjunto, estas três classes representam um quinto (20.5%) do mercado publicitário nacional.

Esta análise foi realizada com recurso à Markdata Media Workstation (MMW) da MediaMonitor.Os valores apresentados referem-se a preços de tabela para o período compreendido entre 1 de Janeiro e 30 de Julho de 2005, de acordo com a seguinte Nota Técnica. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais