Os Gastos dos Portugueses

Grupo Marktest,  6 setembro 2005

Em 2004, os lares portugueses gastaram em média, 227,50 euros por mês em produtos de consumo corrente para o lar. De acordo com o MRI - Marktest Retail Index, a este valor médio mensal, encontram-se associados 11.4 actos de compra, o que equivale a referir que em média as nossas famílias fazem uma compra em cada 3 dias, com um valor médio de 20 euros por compra.

Contudo, esta análise assume dimensões diferentes de acordo com o perfil das famílias.

Por exemplo, enquanto o valor médio mensal gasto pelos lares da Grande Lisboa foi de cerca de 250 euros, no Interior Norte este indicador baixa para os 192 euros. A situação é semelhante no que diz respeito ao número médio mensal de compras por lar. Enquanto os lares da Grande Lisboa realizaram em média 13 actos de compra em cada mês, os que se encontram no Interior Norte realizaram em média nove.

Numa análise regional destes dois indicadores (valor médio gasto por lar e número médio de actos de compra através de um índice que nos situe cada região comparativamente com o total nacional), verifica-se que, em 2004, o valor médio gasto por lar foi superior na região da Grande Lisboa, mas o número médio de actos de compra por lar foi mais elevado no Sul.

Se acrescentarmos a esta análise as tipologias de lojas, verificamos que, quer no segmento dos Supermercados quer nos Hipermercados, as regiões que se destacam em valor médio gasto por lar coincidem com as que se evidenciam em número médio de vezes que as famílias foram às compras.

Apenas o segmento das Lojas Discount apresenta um comportamento diferenciado. Enquanto o valor médio gasto por lar neste segmento é claramente superior ao total nacional na região do Litoral Centro e Sul, a verdade é que a Grande Lisboa se destaca face às outras regiões pelo maior índice de frequência de compras neste tipo de loja.

Pode referir-se também que, em média, quanto mais jovem for a dona de casa (principal responsável pelas compras do lar) menos vezes vai às compras. Em 2004, os lares com donas de casa até 39 anos realizaram uma média de 9 actos de compra por mês e gastaram uma média de 239 euros por mês. Por sua vez, os lares cujas donas de casa têm entre os 50 e os 59 anos realizaram uma média de 11 actos de compra em cada mês e gastaram uma média de 209 euros.

As donas de casa cujas idades se encontram no escalão etário dos 50 aos 59 anos gastaram, em média e em cada mês, menos 7 euros por acto de compra do que as donas de casa que têm até 39 anos.

Se se efectuar a mesma análise por dimensão do agregado familiar, verifica-se que o que distingue as compras das famílias constituídas por 1 ou 2 pessoas das que são compostas por 3 ou mais pessoas é o valor médio gasto por lar e não o número médio de actos de compra realizados. Enquanto que no carrinho de compras das famílias constituídas por 1 ou 2 pessoas se encontravam, em média, 12 artigos, eram 16 os artigos que compunham o carrinho das famílias de maior dimensão.

Em média e em cada mês, as famílias de maior dimensão gastaram, no ano transacto, mais 82 euros do que os agregados mais pequenos, embora tenham, em média, ido às compras apenas mais uma vez em cada mês.

Esta análise tem como base informação do estudo Marktest Retail Index, que mensalmente recolhe junto de um painel de 3000 famílias do Continente todas as informações que permitem caracterizar o seu comportamento relativamente às compras. Contacte-nos se pretende obter mais informações sobre este estudo.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais