L’Oréal lidera Top Anunciantes

A MediaMonitor divulgou os Rankings de Investimentos Publicitários de Julho, permitindo-nos avaliar quais os anunciantes que mais investiram de Janeiro a Julho, assim como quais os meios a que se destinou o investimento.

Assim, analisando os dados para os primeiros 7 meses do ano, a L’Oréal destaca-se na liderança dos investimentos publicitários, com investimentos na ordem dos 42.8 milhões de euros no período em análise. 89.6% deste valor (38.4 M€) foi destinado à Televisão, sendo que apenas 7.5% (3.2 M€) se dirigiu à Imprensa e 2.7% (1.2 M€) ao Outdoor. Em 2º lugar no ranking surge a TMN, com um nível de investimentos bastante equiparado ao da Leverelida (3º lugar), ambas com investimentos superiores a 38.6 milhões de euros.

Os 10 maiores anunciantes deste período (ver quadro) asseguraram 332.7 milhões de euros de investimentos publicitários, o correspondente a 22.84% do investimento total efectuado de Janeiro a Julho (1456.8 M€).

Relativamente à repartição do investimento por meios, podemos analisar no gráfico seguinte a evolução registada no período em análise.

Como se pode observar, a Televisão é o principal destino dos investimentos. Ao longo dos primeiros sete meses do ano, a Televisão registou sempre um crescimento positivo, excepto em Abril, mês que ficou marcado por uma quebra ligeira. A Imprensa é o 2º meio em termos de captação de investimentos, registando acréscimos ao longo de todo o semestre excepto a partir de Junho, sendo que em Julho os investimentos em Imprensa são de apenas 39.4 M€ face aos 47 M€ registados em Maio. O Outdoor e a Rádio têm habitualmente volumes mensais de investimento muito semelhantes entre si, apesar de o investimento em Outdoor ser ligeiramente superior ao da Rádio. Os meses em que estes dois meios mais se afastaram um do outro (em termos de volume de investimento) foram Março e Abril - meses em que o Outdoor se destacou claramente face à Rádio. Em Julho a diferença de investimento destes dois meios é apenas de cerca de 1.4 M€. O investimento em Cinema, que tinha registado um acréscimo significativo de Abril para Maio (56%) tem uma quebra em Junho, regressando ao volume de investimento que se registou em Março. Esta quebra mantém-se no mês de Julho, em que este meio apenas capta 777 milhares de euros de investimento.

Os investimentos em Televisão foram maioritariamente destinados à TVI e à SIC, sendo que estes dois canais obtiveram 75.98% do total investido em Televisão, com respectivamente 418 M€ e 322 M€. A RTP1 capturou 15.77% do investimento neste meio, sendo que os restantes 8.25% se repartiram pela SIC Notícias, SIC Radical, GNT, Panda e RTP2.

Esta análise foi efectuada a partir da Base de Dados Multimeios da MediaMonitor - Software MMW/ Admonitor e consideram-se apenas dados a preços de tabela.



Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais