Menos visitantes de sites de Tv a partir do lar
Segundo os resultados de Dezembro do estudo Netpanel meter da Marktest, os sites de televisões receberam 1,1 milhões de visitantes diferentes, que acederam a partir do lar.
Grupo Marktest, 15 fevereiro 2007

placeholderOs sites de televisões receberam, em Dezembro, 1 138 mil utilizadores únicos, um valor 9.1% abaixo do registado no mês precedente. Em 2006, este foi o segundo mês em que se registaram menores acessos a partir de casa a estes sites.

placeholder

Em Dezembro, a média diária de visitantes destes sites cifrou-se nos 141 mil. Neste período, foram vistas perto de 20 milhões de páginas de sites de televisões, uma média de 18 por utilizador. O tempo total de navegação nestes sites superou as 493 mil horas, uma média de 15 914 horas por dia e de 26 minutos por utilizador.

A SIC online mantém-se como o canal de televisão português mais visitado a partir do lar, com 559 mil utilizadores únicos em Dezembro. A RTP online recebeu 258 mil utilizadores únicos e a TVI online 247 mil.

Foi na TVI online que se observou menor quebra mensal em utilizadores únicos, de 0.4%, ao contrário da RTP online, que desceu 26.9% face a Novembro.

placeholder

A SIC online manteve ainda a liderança em páginas visitadas, com 4,5 milhões em Dezembro. A RTP online registou 1 538 mil páginas e a TVI online, 1 221 mil. No total, estes canais registaram 11,5 milhões de páginas visitadas, menos 10.2% do que no mês anterior.

Em páginas visitadas, a TVI online observou o maior decréscimo mensal, de 64.0%, depois de no mês anterior ter protagonizado o maior aumento. Num mês em que todos os sites de televisões nacionais viram baixar o número de páginas visitadas, foi na RTP online que a quebra foi menor, de 16.4%.

placeholder

A análise tem como base informação do Netpanel meter da Marktest, um estudo que analisa o comportamento dos internautas portugueses a partir de um painel de utilização doméstica. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais