PSD e BE sobem nas intenções de voto

O Barómetro Político Marktest mostra que em Fevereiro o PSD e o Bloco de Esquerda viram subir as suas percentagens de intenção de voto.

Grupo Marktest,  3 março 2009

Os dados disponibilizados pelo Barómetro Político da Marktest de Fevereiro revelam uma nova quebra nas intenções de voto no PS e uma subida do PSD e do BE.

Apesar da quebra de 1.4 pontos percentuais de Janeiro para Fevereiro, o PS permanece como o partido com maior intenção de voto: 38.2% dos residentes no Continente com 18 e mais anos dizem que votariam nele se as eleições legislativas se realizassem hoje.

O PSD é o segundo partido político com maior percentagem de intenção de voto, com 28.8%, um valor que corresponde a uma subida de 3.9 pontos percentuais face a Janeiro. Este resultado corresponde também ao valor mais elevado desde Setembro de 2008.

O Bloco de Esquerda retomou o terceiro lugar, com uma intenção de voto de 14.0%, o que equivaleu ao aumento de 3.9 pontos percentuais face ao Barómetro de Janeiro. O valor obtido pelo BE é ainda o mais elevado de sempre.

A coligação CDU (PCP/PEV), com uma intenção de voto de 10.6%, baixou para a quarta posição, com menos 1.3 pontos percentuais do que em Janeiro.

A última posição continua a pertencer ao CDS-PP, que além disso ainda protagonizou a maior descida mensal (menos 5.6 pontos percentuais), chegando a Fevereiro com 4.1% das intenções de voto.

A análise evolutiva dos últimos 12 meses mostra o PS mais distanciado do PSD (apesar da reaproximação observada neste mês), separados por 9.4 pontos percentuais. Apenas o PS e o BE registam um valor mais favorável do que há um ano atrás: no primeiro caso, mais 2.1 pontos percentuais e no segundo caso, mais 6 pontos percentuais do que em Fevereiro de 2008.

Os resultados deste Barómetro estão disponíveis aqui.

Consulte a Ficha Metodológica deste Barómetro ou contacte-nos para mais informações sobre este assunto

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais