Hábitos de leitura da Imprensa Médica

Num estudo alargado, conduzido pela NOVADIR junto da classe médica sobre notoriedade, hábitos de leitura e apreciação geral da Imprensa Médica Portuguesa*, a Revista da Ordem dos Médicos, é o título que apresenta a maior Cobertura Máxima** junto dos clínicos portugueses, com um índice de leitura superior a 50%. A um segundo nível, com valores de audiência igualmente elevados, destacam-se a Update (40%) e o British Medical Journal (40%), Acta Médica Portuguesa (37%), o Tempo Medicina (35%) e o Notícias Médicas (35%).

Aspecto fundamental nesta análise é o comportamento individual dos segmentos analisados, sendo a variável especialização clínica bastante discriminante, como se pode observar no gráfico abaixo. A este respeito podemos sumariamente destacar dos 12 títulos mais lidos:

  • A Update e o Jornal Médico de Família lideram as audiências, junto dos Clínicos Gerais, respectivamente das Revistas e Jornais nacionais da área;
  • As audiências das Especialidades Médicas centram-se fundamentalmente ao nível do suporte Revistas médicas, com destaque particular para a Acta Médica Portuguesa e versões portuguesas do BMJ e Jama;
  • O Tempo Medicina e a Jama são o jornal e a revista que apresentam uma audiência mais equilibrada junto destes 2 segmentos.

placeholder

A frequência de leitura, indicador que traduz o grau de fidelidade ao título independentemente dos índices de audiência globais, apresenta-se relativamente elevada para os principais jornais médicos, tendo sido lidos, em média, 3 dos últimos 4 exemplares.
No conjunto das Revistas estudadas a Revista da Ordem dos Médicos apresenta, em simultâneo, os maiores índices de audiência e fidelidade de leitura: lida por cerca de 56% da classe médica, com uma frequência de leitura quase absoluta (em média, 2,5 dos 3 últimos exemplares).

* Títulos em estudo: Jornal Médico de Família, Notícias Médicas, Semana Médica, Tempo Medicina, Acta Médica Portuguesa, Anamnesis, British Medical Journal, Circulação, Heart, Hospital Pratice, Postgraduate Medicine, Rev. Port. Ordem Médicos, Rev. Port. Cardiologia, Rev. Port. Clínica Geral, Update e Jama.

** Número ou percentagem de indivíduos, pertencentes a um universo ou alvo, que costumam contactar (ler ou folhear) um suporte, independentemente da regularidade com que o fazem.

Nota Técnica: Estudo realizado pela NOVADIR para o Tempo Medicina, junto de uma amostra aleatória de 409 médicos, 205 de Clínica Geral e Medicina Familiar e 204 Especialistas, de Portugal Continental e Ilhas (erro amostral para um intervalo de confiança de 95% é de +/-4.85%). Informação recolhida por entrevista telefónica pelo método de CATI, realizada para os locais de trabalho – Centros de Saúde, Hospitais e Consultórios. A selecção dos médicos foi aleatória a partir da base de dados médica da NOVADIR e o trabalho de campo foi conduzido por 18 entrevistadores e decorreu entre os dias 5 e 21 de Novembro 2003.

Arquivo de notícias

Clipping

  • Bendito jogo

    3 dezembro 2022

    TV 7 DIAS, PRINCIPAL

    pag. 82

    Pedro Vilela

ver mais
Em Agenda ver mais