As Notas Soltas de António Vitorino

MediaMonitor,  6 outubro 2005

Desde 30 de Maio que o ex-Comissário Europeu António Vitorino identifica e comenta, às segundas a seguir ao Telejornal, os principais temas informativos da semana de âmbito nacional e internacional no programa As Notas Soltas de António Vitorino.

Desde a estreia a 30 de Maio que já foram emitidos 18 programas de onde se destacam as emissões de 4 de Julho e 20 de Junho com a melhor audiência média, 9.1% e 8.9%, respectivamente, foi o valor alcançado por estas emissões.

A primeira emissão obteve 7.6% de audiência média e 19% de share. A 15 de Agosto os Comentários de António Vitorino registaram a pior audiência média com 6.2% e 19.9% de share.

As emissões de 29 e 8 de Agosto registaram o melhor consumo por espectador, cada espectador viu em média mais de 10 minutos do evento a que corresponde uma fidelidade 46.9% e 42.9%, respectivamente.

Na primeira emissão o consumo por espectador foi de 8 minutos e 39 segundos, ou seja, cada espectador viu em média 49.2% da duração total do programa.

Na distribuição de audiências pelas variáveis sócio-demográficas verifica-se que este programa recolhe a preferência dos indivíduos residentes no Interior e Grande Lisboa. Por género verifica-se um maior consumo por parte da população feminina. Em relação à classe sociais são indivíduos da classe mais baixa a D com um consumo de mais de 34% que mais viram os comentários de António Vitorino. Por faixa etária, o programa é preferido pelos indivíduos com mais de 64 anos.

Análise realizada pela MediaMonitor, com base em informação da Markdata Media Workstation (MMW).

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais