As Notas Soltas de António Vitorino

MediaMonitor,  6 outubro 2005

Desde 30 de Maio que o ex-Comissário Europeu António Vitorino identifica e comenta, às segundas a seguir ao Telejornal, os principais temas informativos da semana de âmbito nacional e internacional no programa As Notas Soltas de António Vitorino.

Desde a estreia a 30 de Maio que já foram emitidos 18 programas de onde se destacam as emissões de 4 de Julho e 20 de Junho com a melhor audiência média, 9.1% e 8.9%, respectivamente, foi o valor alcançado por estas emissões.

A primeira emissão obteve 7.6% de audiência média e 19% de share. A 15 de Agosto os Comentários de António Vitorino registaram a pior audiência média com 6.2% e 19.9% de share.

As emissões de 29 e 8 de Agosto registaram o melhor consumo por espectador, cada espectador viu em média mais de 10 minutos do evento a que corresponde uma fidelidade 46.9% e 42.9%, respectivamente.

Na primeira emissão o consumo por espectador foi de 8 minutos e 39 segundos, ou seja, cada espectador viu em média 49.2% da duração total do programa.

Na distribuição de audiências pelas variáveis sócio-demográficas verifica-se que este programa recolhe a preferência dos indivíduos residentes no Interior e Grande Lisboa. Por género verifica-se um maior consumo por parte da população feminina. Em relação à classe sociais são indivíduos da classe mais baixa a D com um consumo de mais de 34% que mais viram os comentários de António Vitorino. Por faixa etária, o programa é preferido pelos indivíduos com mais de 64 anos.

Análise realizada pela MediaMonitor, com base em informação da Markdata Media Workstation (MMW).

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais