Expectativa sobe ... mas pouco

Grupo Marktest,  6 outubro 2005

Após sucessivos decréscimos verificados desde Abril de 2005, o Índice de Expectativa apresentou finalmente alguns sinais de recuperação, ainda que com um valor distante do Optimismo Moderado, não ultrapassando os 30.6 pontos. São os dados apresentados pelo Barómetro Marktest/DN/TSF de Setembro.

Os valores apresentados, tanto para população feminina como a masculina, acompanham a tendência geral deste índice. Ainda assim, a feminina mantém-se mais pessimista (28.3 neste grupo, contra 33.1 entre a população masculina).

.

Em termos de idade, a população mais jovem (entre os 18 e os 34 anos) é a menos pessimista, com um índice de 39, seguida da população entre os 35 e os 54 anos, com 28.9. A população mais idosa (com mais de 55 anos) é a mais pessimista, com um índice de expectativa de 25.5.

Quando se observa este índice segunda a intenção de voto dos inquiridos, verifica-se que os eleitores cuja intenção de voto é PS são claramente menos pessimistas, comparativamente àqueles cuja intenção de voto é PSD (47.7 entre os primeiros e 25.3 no segundo grupo).

Em termos de Região Marktest, observam-se algumas diferenças. Na maior parte das regiões verificou-se uma subida do índice de expectativa entre Julho e Setembro. A excepção aconteceu nas Regiões do Litoral Norte e do Interior Norte, que viram este índice baixar.

Enquanto que no Litoral Norte se observou uma quebra quase imperceptível (-0.4 pontos,) a quebra verificada no Interior Norte foi mais acentuada (-2.5), chegando estas duas regiões a Setembro com um índice de expectativa de 29.6 e 28.7, respectivamente.

Apesar da subida de 1 ponto verificada na região Sul, esta apresentou o valor mais baixo: 25.9. Seguiu-se o Interior Norte e a Grande Lisboa (28.8).

A maior subida ocorreu no Grande Porto, que com mais 9.4 pontos, alcançou os 44.1 pontos - o valor mais elevado de todas as regiões do Continente.

O Barómetro Marktest/DN/TSF é realizado regularmente junto dos residentes no Continente com 18 e mais anos. Para mais informações consulte a Ficha Metodológica deste Barómetro ou contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais