As compras de Comida para Cães

Grupo Marktest,  13 dezembro 2005

São 1 904 mil os lares de Portugal Continental que compraram, pelo menos uma vez, produtos de Pet Care no primeiro semestre do corrente ano na Distribuição Moderna. Este sector representou 1,4% dos gastos das famílias em compras para o lar. Destes, mais de metade, comprou produtos da categoria Comida para Cães, podendo referir-se que em cerca de 1 058 mil lares o cão marca a sua presença.

No primeiro semestre, a penetração dos produtos de Pet Care nos lares de Portugal Continental situou-se nos 56%, segundo os resultados do Marktest Retail Index. 38,4% dos lares compradores escolheram lojas do segmento Discount para adquirir produtos deste sector, 33,2% compraram em Supermercados e 30% em lojas do segmento Hipermercado. Os dados da categoria Comida para Cães revelam comportamentos semelhantes ao sector, a percentagem de lares compradores de comida para cães é superior em lojas do segmento Discount comparativamente com as restantes tipologias.

Mas, será que as famílias compraram alimento para o maior amigo do homem exclusivamente num tipo de loja? Os dados dizem-nos que de todos os lares compradores de comida para cães em Lojas Discount, quase todos também compraram produtos desta categoria em Supermercados (96,1%) e que mais de metade também o fizeram em Hipermercados( 65%).

A partilha é mais acentuada entre as famílias que compraram comida para este animal de estimação em Hipermercados, pois mais de 80% das mesmas também compraram este tipo de produto em Supermercados e em Lojas Discount. Quando se observa o comportamento de compra das famílias nesta categoria em Discount e em Supermercados, verifica-se que os lares compradores nestes segmentos partilham entre si uma percentagem superior de lares compradores do que com o segmento Hipermercado.

Se juntarmos a análise do perfil sócio-demográfico do total gasto pelas famílias em comida para cães, as classes média e as mais altas são as que mais gastam em alimento para cães comparativamente com o perfil dos lares portugueses. Pois, a classe social média ao representar 25,5% da população portuguesa foi, neste primeiro semestre, responsável por 31,2% do valor gasto nesta categoria. E 40% dos gastos desta classe social nesta categoria foi em Hipermercados.

Os Hipermercados arrecadam uma percentagem superior do valor gasto (igual ou superior a 40%), neste primeiro semestre, pelas famílias residentes na região da Grande Lisboa e Litoral Norte, das classes sociais altas e média e pelas donas-de-casa (indivíduo responsável pelas compras para o lar) até aos 39 anos e entre os 50 e os 59 anos. Embora, o valor gasto pelas classes sociais altas e média seja superior no segmento Hipermercado, apresentam também uma percentagem significativa de valor gasto em Lojas Discount.

Curiosamente o oposto acontece com as famílias residentes no interior, que gastaram metade, do total gasto nesta categoria, em Lojas Discount. Aliás estas lojas constituem a preferência das famílias das classes sociais média baixa e baixa e das donas-de-casa entre os 40 e os 49 anos para as suas compras destes produtos, uma vez que deixaram neste tipo de loja acima de 40% do valor gasto nesta categoria.

O Supermercado é o local onde as donas-de-casa com mais de 60 anos mais gastam em comida para cães, cerca de 48% do valor total gasto por estes indivíduos é nesta tipologia de loja.

Se mudarmos o prisma da análise sócio-demográfica, partindo agora do valor total gasto em comida para cães em Hipermercados, Supermercados e Lojas Discount, neste primeiro semestre, "cruzando" com a classe social constatamos que 37,3% do valor gasto nesta categoria pertencem à classe social média e 28,1% às classes sociais baixas. Percentagens superiores ao perfil do valor total gasto na categoria, independentemente do tipo de loja, e valor também superior ao perfil das famílias portuguesas.

Se analisarmos o perfil do valor gasto nas lojas Discount na categoria em questão, encontramos em vantagem percentual as classes sociais mais baixas e as donas-de-casa entra os 40-49 anos. Nos Supermercados mais uma vez se destaca a percentagem do valor gasto pelas donas-de-casa com mais de 60 anos, que tendo sido responsáveis por 21,2% do perfil em valor gasto global, neste tipo de loja representaram 36,5% do valor total gasto pelas famílias.

Em suma, o perfil sócio-demográfico em valor gasto apresenta comportamentos semelhantes independentemente da nossa base de análise, isto é, partindo do valor total gasto em Lojas Discount (ou outra), ou do total gasto pelas classes sociais mais baixas. Na categoria comida para cães, é no Interior Norte e no Litoral Norte, nas classes sociais altas e média e nas donas-de-casa mais jovens e mais idosas que a percentagem de valor gasto é superior ao perfil do Universo dos lares portugueses.

Esta análise tem como base informação do estudo Marktest Retail Index, que mensalmente recolhe junto de um painel de 3000 famílias do Continente todas as informações que permitem caracterizar o seu comportamento relativamente às compras. Contacte-nos se pretende obter mais informações sobre este estudo.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais