Jovens e quadros médios e superiores consomem mais rádio

Os resultados do segundo trimestre de 2006 do estudo Bareme Rádio da Marktest confirmam que os jovens e os quadros médios e superiores são os maiores consumidores deste meio.

Grupo Marktest,  17 agosto 2006

O Bareme Rádio indica que, no segundo trimestre de 2006, 4 622 mil indivíduos ouviram rádio (referência: véspera), o que representa 55.6% do universo composto pelos residentes no Continente com 15 e mais anos.

Uma análise por targets mostra como os homens ouvem mais rádio do que as mulheres (respectivamente, 63.2% e 48.7% de audiência acumulada de véspera) e os jovens mais do que os idosos (com o grupo dos 25 aos 34 anos a liderar as audiências, com 73.2% de audiência acumulada de véspera).

Os quadros médios e superiores são, por ocupações, os maiores consumidores do meio, com 70.7% de audiência acumulada de véspera, logo seguidos dos empregados dos serviços, comércio e administrativos, com 69.5%, e dos trabalhadores especializados e pequenos proprietários, com 69.2%.

Nas classes sociais, são os indivíduos da classe média alta que se destacam, com 65.4% de audiência acumulada de véspera.

Pelo contrário, as mulheres, os mais idosos, os reformados e os indivíduos das classes mais baixas apresentam índices de audiência de rádio inferiores à média.

A ocupação é a variável mais importante na análise deste meio, já que é a que apresenta maiores diferenciações. A idade, o sexo e a classe social também registam maior diversidade de comportamento, ao contrário da região, que apresenta valores mais homogéneos.

No segundo trimestre de 2006, os momentos de maior audiência de rádio (numa análise para períodos de 15 minutos) aconteceram entre as 9 e as 9h15m, com 15.9% e entre as 11 e as 11h15m, com 15.6%.

Como vemos, os jovens dos 25 aos 34 anos apresentam sempre audiências superiores à média durante todo o dia, sendo os seus momentos de maior consumo também entre as 9 e as 9h15m, com 24.6% de audiência acumulada de véspera e entre as 11 e as 11h15m, com 24.5% de audiência acumulada de véspera - valores mais de vez e meia superiores à média do universo.

A análise tem como base os resultados do primeiro trimestre de 2006 do estudo Bareme Rádio da Marktest, que analisa o comportamento dos residentes no Continente, com 15 e mais anos, relativamente ao meio rádio. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais