Youtube lidera buscas na internet

Segundo os dados do estudo Netpanel meter da Marktest, no primeiro trimestre do ano, a expressão youtube foi a mais pesquisada pelos portugueses na internet.

Grupo Marktest,  22 maio 2007

Entre Janeiro e Março de 2007, a expressão youtube foi a mais pesquisada na internet, por 268 mil portugueses de 4 e mais anos quando navegaram na internet em suas casas, um valor que representa 8.9% dos internautas nacionais.

Hi5 foi a segunda expressão com mais pesquisas, realizadas por 248 mil internautas, 8.2% do universo e gmail foi a terceira expressão mais procurada, por 204 mil utilizadores únicos, 6.7% dos internautas.

Na lista das 10 expressões mais procuradas encontramos ainda jogos, google, wikipedia, you tube, hotmail, sapo e sexo.

A Vodafone, a Fnac e a Worten foram as empresas mais procuradas na rede, surgindo nas posições seguintes deste ranking, solicitadas respectivamente por 104 mil, 101 mil e 99 mil internautas.

Uma análise dos dados do Netpanel meter permite ainda conhecer algumas curiosidades do comportamento dos portugueses na internet.

A expressão euro milhoes aparece em 15º lugar, tendo sido uma expressão procurada por 93 mil portugueses, mesmo à frente da expressão finanças, procurada por 91 mil internautas.

Quanto a personalidades, só mais em baixo na lista encontramos as mais procuradas. John Cena, um "lutador" de wrestling, foi o mais procurado no trimestre, surgindo na 129ª posição. O quarteto de humor Gato Fedorento aparece na 135ª posição e Tony Carreira na 159ª. Nelly Furtado foi a mulher mais procurada na internet no trimestre, surgindo na 203ª posição. Elsa Raposo fecha a lista dos cinco nomes de personalidades mais procurados na internet neste trimestre, em 234ª posição.

A análise tem como base informação do Netpanel meter da Marktest, um estudo que analisa o comportamento dos internautas portugueses a partir de um painel de utilização doméstica. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais