CDS recupera intenções de voto

O Barómetro Político Marktest de Março coloca o CDS-PP como o único partido a assistir a uma subida nas suas percentagens de intenção de voto.

Grupo Marktest,  31 março 2009

Os dados disponibilizados pelo Barómetro Político da Marktest de Março revelam uma quebra nas intenções de voto de todas as forças políticas à excepção do CDS-PP.

Apesar da quebra de 1.5 pontos percentuais face a Fevereiro, o PS permanece em Março como o partido com maior intenção de voto: 36.7% dos residentes no Continente com 18 e mais anos dizem que votariam nele se as eleições legislativas se realizassem hoje.

O PSD é o segundo partido político com maior percentagem de intenção de voto, com 28.4%, um valor que corresponde a uma quebra de 0.4 pontos percentuais face a Fevereiro.

O Bloco de Esquerda mantém-se em terceiro lugar, com uma intenção de voto de 12.6%, o que equivaleu a uma quebra de 1.4 pontos percentuais face ao Barómetro de Fevereiro.

O CDS-PP, que protagonizou a maior subida mensal (mais 5.3 pontos percentuais), chega a Março com 9.4% das intenções de voto e ocupa a quarta posição.

A coligação CDU (PCP/PEV), com uma intenção de voto de 8.9%, ocupa agora a quinta posição, com menos 1.7 pontos percentuais do que em Fevereiro.

A análise evolutiva dos últimos 12 meses mostra apenas o BE e o CDS-PP registam um valor mais favorável do que há um ano atrás: no primeiro caso, mais 2.1 pontos percentuais e no segundo caso, mais 5.4 pontos percentuais do que em Março de 2008.

Os resultados deste Barómetro estão disponíveis aqui.

Consulte a Ficha Metodológica deste Barómetro ou contacte-nos para mais informações sobre este assunto

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais