O Carrinho de Compras das Famílias Portuguesas
Grupo Marktest, 2 novembro 2005

placeholder

No primeiro semestre de 2005, os lares portugueses que efectuaram compras na chamada Distribuição Moderna gastaram menos 4% do que no semestre anterior; no entanto, o número de artigos adquiridos pelas famílias nestas compras foi 3,4% superior.

De acordo com o MRI - Marktest Retail Index, no primeiro semestre do corrente ano, o carrinho de compras das famílias levou em média 14 artigos por compra. Contudo, este indicador varia consoante a tipologia de loja onde se fizeram as compras.

O carrinho de compras das famílias adquiriu maior dimensão em compras feitas nas lojas Hipermercados; em média, 23 artigos por compra. Nos Supermercados, este indicador desce para menos de metade, pois as famílias levaram em média 10 artigos, por ida às compras. Nas lojas Discount o número médio de artigos por compras foi 17.

placeholder

No entanto, se tomarmos em conta que, neste semestre e em média, as famílias foram 7 vezes por mês às compras a Supermercados contra as 3 vezes que foram em média a Hipermercados e 4 a lojas Discount; verificamos que as famílias levaram menos artigos em cada compra efectuada num Supermercado do que nos outros dois tipos de loja, mas como vão mais vezes às compras, acabam por adquirir mais artigos.

placeholder

Se observarmos a totalidade de artigos adquiridos pelas famílias neste período em produtos de consumo corrente para o lar na Distribuição Moderna, 42,7% foram adquiridos em Supermercados. Um valor consideravelmente superior aos 29,6% adquiridos em lojas Discount ou 25,5% em Hipermercados.

placeholder

Em geral, é ao sábado que em média o carrinho leva maior número de artigos, 16 respectivamente.

Ao longo da semana, verifica-se que de segunda a quinta- feira o carrinho de compras das famílias, em média, varia entre os 12 e os 13 artigos em cada compra. Chegando a sexta-feira, o carrinho aumenta para os 15 artigos, apresentando o auge da semana ao sábado com 16 artigos, em média por carrinho e por compra, descendo novamente para os 15 artigos no Domingo.

Em comparação com o semestre anterior, verifica-se que o número médio de artigos por carrinho de compras das famílias reduziu em média, independentemente do dia da semana, cerca de 1 artigo por carrinho.

Por dia da semana, o número médio de artigos por compra diminuíu entre os dois semestres, mas os resultados globais do primeiro semestre de 2005 indicam que este indicador aumentou 3,4% relativamente ao semestre anterior.

Se observarmos o número de vezes que, em média, as famílias foram às compras, verificamos que existiu um aumento de idas às compras neste primeiro semestre comparativamente com o último de 2004. Em média e em cada mês, as famílias foram mais uma vez às compras a lojas Discount e a Supermercados. Isto é, compraram, em média, um menor número de artigos por compra, mas foram às compras mais vezes em cada mês.

Mas, será que se evidenciam tendências idênticas nos vários tipos de loja? Efectuando esta análise com as duas variáveis, tipos de loja com os dias da semana, o número médio de artigos por compra varia consoante a tipologia em análise.

Embora, no primeiro semestre deste ano a tendência geral se verifique, isto é, o Hipermercado continua a ser a loja onde as famílias levam um maior volume de artigos por compra e o sábado o dia da semana que atinge um número médio de artigos mais elevado por compra, de facto, denotam-se algumas dissemelhanças.

placeholder

O carrinho de compras nas lojas Discount apresenta uma tendência a aumentar o número médio de artigos por compra ao longo da semana, atingindo o seu máximo ao Domingo, ao contrário do que acontece com os Hipermercados e Supermercados. No primeiro semestre deste ano, o cabaz médio ao Domingo nas lojas Discount foi de 20 artigos, tantos quanto o dos Hipermercados.

Aliás, o carrinho de compras de Domingo nos Hipermercados, em média, levou apenas mais artigos que o de segunda-feira.

Enquanto que o Domingo para as lojas Discount é dos mais fortes em número médio de artigos por carrinho de compras, para os Hipermercados é o oposto, dos menos fortes.

Comparativamente com o semestre anterior, os Hipermercados são as lojas que apresentaram um decréscimo mais acentuado neste indicador, em média, 2 artigos por carrinho de compra. Acrescenta-se o facto de, à excepção deste tipo de loja, as famílias foram, em média, mais uma vez por mês às compras a Supermecados e a Lojas Discount.

Contudo, continuam a ser o tipo de loja onde o carrinho de compras das famílias é, consideravelmente, mais volumoso em número médio de artigos adquiridos por compra do que nos outros tipos de loja aqui em análise.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais