Portugueses valorizam atendimento bancário
Segundo os resultados do ano 2006 do estudo Basef Banca da Marktest, os portugueses valorizam o atendimento como o aspecto mais importante num banco.
Grupo Marktest, 11 janeiro 2007

placeholderNum banco, o aspecto mais importante é o atendimento, referido por 29.1% dos residentes no Continente com 15 e mais anos. Informar com clareza e ser de confiança são também aspectos valorizados, mas menos intensamente: são referidos por 17.4% e 16.7%, respectivamente. Quase dois terços dos portugueses (63.2%) considera que estes três aspectos são os mais importantes num banco.

Outros aspectos obtêm menores referências, como as taxas de juros nos empréstimos (8.3%), a eficiência (7.2%), a solidez (3.9%), as taxas de juros nos depósitos (3.6%) e os produtos e serviços (2.2%).

placeholder

Uma análise temporal permite observar pequenas alterações entre os aspectos considerados mais importantes num banco. O atendimento tende a perder relevância, embora se mantenha muito distanciado dos restantes aspectos; o informar com clareza ultrapassa o ser de confiança, mas ambos com valores sempre muito próximos; da mesma forma, a taxa de juros nos empréstimos e a eficiência mantêm-se com valores muito próximos, tal como as taxas de juros nos depósitos e a solidez.

placeholder

Mas estes aspectos não são valorizados da mesma forma por todos os indivíduos. Assim:

  • O atendimento é mais valorizado pelos mais idosos e pelas domésticas;
  • Os indivíduos entre os 25 e os 44 anos valorizam mais do que a média o Informar com clareza;
  • Ser de confiança é mais valorizado pelos estudantes;
  • As taxas de juro nos empréstimos é um aspecto mais importante para os indivíduos entre os 25 e os 34 anos do que para a média do universo;
  • Os estudantes valorizam mais do que a média a eficiência;
  • A solidez é mais valorizada pelos quadros médios e superiores do que pela média da população;
  • Os empregados dos serviços, comércio e administrativos valorizam mais que a média as taxas de juros nos depósitos;
  • Os produtos e serviços do banco são mais importantes para os quadros médios e superiores do que para a média;
  • Os estudantes valorizam mais do que q média a inovação

Esta análise foi realizada com base nos resultados de 2006 do estudo Basef Banca da Marktest. O Basef Banca é um estudo regular da Marktest, lançado em 1989 e que tem por objectivo apoiar o marketing dos Bancos, fornecendo informação sobre os comportamentos, atitudes e opiniões dos consumidores efectivos e potenciais dos serviços financeiros destinados aos particulares. Estuda o universo constituído pelos indivíduos com idade igual ou superior a 15 anos, residentes em Portugal Continental. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais